Início Bancada Em Santo André, Paulo Serra reabre Banco de Alimentos

Em Santo André, Paulo Serra reabre Banco de Alimentos

O prefeito de Santo André, Paulo Serra, reabriu nesta quarta-feira, 19/04, o Banco de Alimentos da cidade, fechado pela administração petista em 2016. O programa, criado em novembro de 2000, permite que a população em situação de alta vulnerabilidade tenha acesso a alimentos de qualidade, assegurando uma nutrição saudável, além de reduzir perdas e desperdícios de alimentos não comercializados, mas ainda próprios para o consumo.

“É um orgulho imenso poder fazer parte da reabertura do Banco Municipal de Alimentos, que é um equipamento que tanto ajuda as pessoas em situação de vulnerabilidade. Infelizmente esse Banco estava fechado e hoje temos a alegria de retomar as atividades”, disse a primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra. A instituição realiza coleta, distribuição e recondicionamento de alimentos sólidos ou líquidos doados por estabelecimentos comerciais e industriais ligados à venda no atacado ou varejo, como também de outros colaboradores em geral.

A instituição realiza coleta, distribuição e recondicionamento de alimentos sólidos ou líquidos doados por estabelecimentos comerciais e industriais ligados à venda no atacado ou varejo, como também de outros colaboradores em geral.

As parcerias já firmadas contam com as seguintes empresas: COOP – Cooperativa de Consumo, Carrefour, Mesa Brasil (Programa de Segurança Alimentar e Nutricional do Serviço Social do Comércio), Mondelez Brasil Ltda., Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de Santo André (SIPAN-AIPAN – ABC), Unilever do Brasil S/A e Wickbold & Nosso Pão Indústria Alimentícia Ltda. Além dessas parcerias institucionais, o Banco de Alimentos obteve junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário – MDSA, a quantia de R$ 500 mil para ser utilizada na compra de alimentos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA. Outros R$ 210 mil também serão recebidos para a mesma finalidade.

Os alimentos arrecadados são recebidos, triados, processados e se destinarão prioritariamente a entidades cadastradas nos Conselhos Municipais que produzam alimentação diária, famílias atendidas pelos Programas de Saúde do Município (Programa Saúde da Família, Programa Melhor em Casa e Banco de Leite) e entidades socioassistenciais previamente cadastradas, que trabalham com distribuição de cestas alimentares para famílias em situação de vulnerabilidade social. “Mês de aniversário da cidade, 464 anos, não poderia ter data e mês melhor para a gente reabrir um equipamento tão importante. Pouco a pouco nós estamos resgatando os símbolos que também em matéria de políticas públicas e gestão colocaram Santo André como referência”, afirmou o prefeito Paulo Serra

Para garantir a destinação correta dos alimentos recebidos pelo Banco de Alimentos foram realizadas visitas de uma assistente social e de uma nutricionista do Banco de Alimentos a 68 entidades socioassistenciais do município. As profissionais avaliaram as instituições, seus beneficiários e realizaram novo cadastramento.

O Banco de Alimentos retoma suas atividades com 12 toneladas de alimentos recebidos na realização de eventos municipais como o Bier Brasil e o Pedale, apresentação beneficente da OSSA – Orquestra Sinfônica de Santo André e doações dos parceiros Wickbold e Rotary Club de Santo André, além da destinação de cestas básicas provenientes de execução criminal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*