Início Notícias do PSDB A pedido do PSDB, TRE suspende pesquisa divulgada por França

A pedido do PSDB, TRE suspende pesquisa divulgada por França

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo suspendeu hoje (05/06) a divulgação de pesquisa eleitoral realizada pela empresa Vertude, contratada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB). A Justiça determinou ainda ao pré-candidato do PSB, o atual governador de São Paulo, Márcio França, e à empresa que se abstenham de divulgar o resultado da pesquisa e excluam toda e qualquer divulgação já realizada por meio de seus canais de comunicação e redes sociais.

A decisão, de caráter liminar, foi concedida pelo Juiz Eleitoral Afonso Celso da Silva em resposta ao processo promovido pelo Diretório Estadual do PSDB-SP.

A pesquisa possui falhas com capacidade de “induzir o eleitor a erro” quanto ao seu resultado. Uma delas é a apresentação diferenciada dos pré-candidatos ao eleitor. Enquanto todos são citados pelo nome e partido, o pré-candidato Márcio França é apresentado pelo atual cargo, além de ter omitido seu partido de origem, o Partido Socialista Brasileiro.

Além disso, a pesquisa descumpriu a lei eleitoral ao desconsiderar em seu plano amostral a estratificação dos entrevistados quanto ao grau de instrução e nível econômico, levando em consideração apenas o sexo e idade.

Os resultados do levantamento estavam sendo amplamente divulgados pelo governador Márcio França como indicador de seu crescimento nas pesquisas de intenção de voto.

Diferentemente do apontado pelo levantamento suspeito, pesquisa Ibope divulgada em maio aponta que França tem 3% das intenções de voto. O tucano João Doria lidera a corrida pelo Governo de São Paulo com 22% das intenções de voto.

Para o advogado do PSDB, Flávio Henrique Costa Pereira, “a liminar concedida é relevante, pois restabelece a verdade dos fatos, na medida em que o resultado da pesquisa, por nitidamente beneficiar o candidato Márcio França, não expressa a vontade do eleitor neste momento do processo eleitoral”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*