Início Destaques Mandato de Doria começará com corte de cargos e de despesas

Mandato de Doria começará com corte de cargos e de despesas

João Doria vai publicar, em 1º de janeiro, decretos prevendo corte de cargos, extinção de fundações, estatais e autarquias e a renegociação de contratos

 

O mandato de João Doria à frente do Governo do Estado de São Paulo começará em 1º de janeiro com a publicação de decretos de reorganização administrativa, enxugamento da máquina pública e renegociação de contratos. A medida foi anunciada na manhã desta sexta-feira, 07/12, após a primeira reunião entre o governador eleito e os 17 secretários de Estado já anunciados.

A prioridade de Doria será manter a estrutura e os recursos de secretarias tidas como prioritárias para a administração: Saúde, Segurança, Educação e Mobilidade. “No restante, [cortar] aquilo que a gente achar necessário. O governador ainda não tomou a decisão de um corte linear ou setorizado”, explicou o vice-governador eleito e coordenador do governo de transição, deputado Rodrigo Garcia.

Segundo Garcia, a proposta é que a maior parte dos cortes ocorra sobres cargos de livre provimento, que são nomeados, e não sobre os cargos privativos de carreira (aqueles referentes a promoções de servidores).

Doria também avalia a extinção de fundações, estatais e autarquias, especialmente aquelas que não prestam serviços diretamente à população. Ao todo, São Paulo conta com 19 estatais, 27 autarquias e 15 fundações.

O governador eleito apresentou  aos seus futuros secretários o organograma da administração direta, que contará com 20 secretarias e duas secretarias extraordinárias – Relações Internacionais e Comunicação (veja abaixo).

Entre as mudanças, está a criação de duas super secretarias, que vão englobar pastas já existentes. A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente vai reunir as secretarias de Energia e Mineração, de Saneamento e Recursos Hídricos e de Meio Ambiente. Já a pasta de Desenvolvimento Econômico vai unir a secretaria da Fazenda e de Planejamento e Gestão, e a secretaria de Empregos e Relações do Trabalho.

Na próxima semana, Doria deve apresentar os três nomes que estarão à frente das secretarias da Fazenda e Planejamento, Administração Penitenciária e Esportes, completando assim o quadro de secretários da nova gestão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*