Início Destaques Com Alckmin, PSDB fecha posição a favor da Reforma da Previdência

Com Alckmin, PSDB fecha posição a favor da Reforma da Previdência

Em sua primeira reunião após a convenção do último sábado, a nova Executiva Nacional do PSDB decidiu fechar questão a favor da reforma da Previdência. “Não teve nenhuma posição contrária em relação a isso. Nossa posição é clara”, disse o presidente do partido, Geraldo Alckmin, em entrevista coletiva após o encontro. O projeto está pronto para ser votado no Plenário da Câmara.

Segundo o tucano, que fez a reforma em São Paulo em 2011 por meio de lei estadual, a reforma é importante do ponto de vista de justiça social. Para exemplificar, Alckmin comparou a disparidade entre os valores pagos no funcionalismo e a trabalhadores do mercado privado, em setores como comércio e indústria, com média de benefícios de R$ 1,2 mil, enquanto no sistema público o valor chega a R$ 28 mil. O outro objetivo da reforma é de cunho fiscal, explicou Alckmin. “Temos um déficit crescente. E quem paga o preço pelo descontrole das finanças públicas é o povo”, destacou.

Questionado pela imprensa, Alckmin disse que não foi discutida punição a quem não seguir a determinação do partido. “Vamos fazer o convencimento para ter o maior número de votos. Este não é o maior momento para discutir punição, que não está excluída. Nossa tarefa primeira é o convencimento, e isso está indo bem”, ressaltou. O presidente do PSDB espera que a proposta seja votada ainda neste ano, mas ponderou que isso depende de uma decisão do Parlamento. Ainda segundo ele, o PSDB defende as reformas por convicção e por coerência.

O líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli (SP), disse que o apoio à reforma da Previdência está avançando. “Não temos o número exato, mas diria que ultrapassamos o número de 20 parlamentares a favor. Estamos rumando para 50% da bancada. E agora, com o fechamento de questão, alguns outros deputados se sentirão mais confortáveis para votar com o partido”, disse aos jornalistas.

Ainda no primeiro semestre, o partido debateu amplamente as mudanças no sistema previdenciário com especialistas, técnicos e autoridades em busca do melhor para o país e para os brasileiros.

O tucano lembrou que, na comissão especial, os três titulares do PSDB votaram a favor da reforma da Previdência e, em março, a bancada debateu o tema com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e com o secretário da Previdência, Marcelo Caetano.

Na ocasião, o partido apresentou nove sugestões de mudanças ao texto, abrangendo pontos como a manutenção das regras atuais de concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Tripoli ponderou que parte das sugestões já foi incorporada pelo relator, como a questão da aposentadoria das pessoas que se acidentaram fora do local de trabalho. Na entrevista, Tripoli voltou a ressaltar o apoio do PSDB a matérias importantes votadas pelo Parlamento nos últimos meses, como a reforma trabalhista e o teto de gastos.

PRÉVIAS

Alckmin anunciou, ainda, a criação de uma comissão interna formada por oito membros da Executiva para debater a questão das prévias. “Vão se debruçar em busca do melhor modelo. Particularmente defendo prévias com todos os filiados. Em SP isso foi feito duas vezes na capital. No Brasil, são mais de 5 mil municípios. Será preciso ver a forma de fazer e o custo”, explicou. “Esse grupo de trabalho vai nos apresentar rapidamente as propostas”, completou Alckmin. Não há data definida, mas as prévias devem ocorrer antes de março. Em relação à nova Executiva estadual no Maranhão, o tucano anunciou o novo presidente local: o senador Roberto Rocha.

Do PSDB na Câmara

Reportagem: Marcos Côrtes/fotos: Alexssandro Loyola

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*