Início Destaques Aloysio Nunes Ferreira é vice de Aécio Neves

Aloysio Nunes Ferreira é vice de Aécio Neves

O líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira, é o candidato a vice-presidente na chapa encabeçada pelo senador Aécio Neves na disputa pela Presidência da República. O nome de Nunes Ferreira foi anunciado nesta segunda-feira (30) após reunião da Executiva Nacional do PSDB em Brasília. Aloysio é o senador mais votado da história de São Paulo com 11.189.168 votos.

Segundo Aécio Neves, a escolha de Aloysio conta com o apoio do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do ex-governador José Serra e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, além dos partidos aliados. “A escolha de Aloysio levou em conta os interesses do país”, afirmou Aécio.

Emocionado, Aloysio Nunes afirmou que ficou muito feliz com indicação e lembrou sua trajetória política até aqui. “Tenho certeza que não os decepcionarei”, disse. 

Biografia

Aloysio Nunes Ferreira Filho nasceu em São José do Rio Preto, em 5 de abril de 1945. É casado com a jornalista Gisele Sayeg Nunes Ferreira. Tem três filhas.

É formado em Direito pela Universidade de São Paulo (USP).

Na França, onde esteve exilado por onze anos, bacharelou-se em Economia e obteve o diploma de Estudos Superiores em Ciência Política pela Universidade de Paris.

Militou ativamente contra a ditadura no movimento estudantil. Foi presidente do Centro Acadêmico XI de Agosto, da Faculdade de Direito do Largo São Francisco. Participou da resistência ao golpe de 1964, foi processado e condenado a três anos de reclusão com suspensão dos direitos políticos por dez anos. Buscou, então, asilo na França, onde permaneceu trabalhando e estudando de 1968 a 1979, na condição de refugiado.

Mesmo no exílio continuou sua militância, denunciando junto a organismos internacionais as violações aos direitos humanos praticados contra os opositores da ditadura brasileira.

Com a anistia, voltou ao Brasil e participou da fundação do PMDB, sob cuja legenda exerceu vários mandatos: dois de deputado estadual, vice-governador e deputado federal. Transferiu-se para o PSDB em 1997, partido pelo qual se elegeu duas vezes deputado federal.

É hoje senador por São Paulo e líder da bancada do PSDB. Nas eleições de 2010 obteve para o Senado a maior votação da história do seu Estado: 11.189.158 votos.

Foi secretário estadual de Transportes Metropolitanos, secretário de Governo do município de São Paulo, secretário-chefe da Casa Civil do governo do estado de São Paulo, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República e ministro da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*