Início Bancada Alckmin assina documento para agilizar processos da justiça paulista

Alckmin assina documento para agilizar processos da justiça paulista

Alckmin assina termo de cooperação para acelerar processos da justiça paulista

Nesta quinta-feira, 6, o governador Geraldo Alckmin, o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, e o Corregedor Nacional de Justiça, Francisco Falcão, assinaram, no Palácio dos Bandeirantes, um termo de cooperação técnica para dar maior rapidez aos processos que correm na justiça paulista.

O termo de cooperação prevê a implantação de mecanismos eletrônicos para julgamentos por meio de teleconferência, evitando o deslocamento de presos. Está previsto também um “mutirão do júri”, que aumentará o número de juízes, designados pelo Conselho Nacional de Justiça, para ampliar o número de casos julgados.

O documento ainda possibilitará a aquisição de novas tornozeleiras eletrônicas, que monitoram presos em regime semi-aberto e nas saídas temporárias das penitenciárias. O presidente do TJ-SP, Ivan Sartori, afirmou que a cooperação técnica permitirá “não só julgar os casos atrasados, mas também os casos novos, que devem ingressar imediatamente na fase de julgamento”, disse.

Segundo o governador Geraldo Alckmin, “o mais importante dessa cooperação técnica é o mutirão do júri, que dará rapidez e celeridade para encarcerar criminosos”. Alckmin ainda destacou a aquisição de novos equipamentos de teleconferência, que “vão liberar muitos policiais para o policiamento de rua e trazer mais segurança, com presos sendo direcionados para regiões mais distantes”, completou o governador.

Alckmin revelou que até abril de 2013 o Estado de São Paulo contará com mais 5 mil vagas carcerárias. De acordo com o governador, serão entregues duas novas penitenciárias em janeiro do próximo ano e outras duas serão entregues em abril. Uma quinta penitenciária também deve ser entregue em 2013.

Do Portal do Governo do Estado