Início Bancada Corredor Metropolitano ABD recebe 25 novos ônibus articulados

Corredor Metropolitano ABD recebe 25 novos ônibus articulados

Veículos com maior capacidade começam a circular a partir desta quarta-feira (20) na linha Diadema–Brooklin

O Governador João Doria e o Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, participaram nesta quarta-feira (20) da entrega de 25 novos ônibus articulados para o Corredor Metropolitano ABD, construído e gerenciado pelo Governo do Estado. Cada veículo tem capacidade para transportar 154 passageiros, sendo 53 sentados e 101 em pé.

Os veículos substituirão 22 – mais antigos e com menor capacidade – operados pela concessionária Metra na linha 376 (Diadema–Brooklin). Com a chegada dos novos ônibus, sobe de 28 para 31 o número de coletivos na linha 376, que transporta, em média, 25 mil passageiros por dia. A empresa Metra possui uma frota de 281 veículos e investiu R$ 25 milhões na aquisição.

Os ônibus adquiridos têm 21 metros de comprimento, motor a diesel Euro V e contam com itens de conforto, como ar-condicionado, suspensão pneumática, transmissão eletrônica, wi-fi e carregador USB. Os veículos são totalmente acessíveis, com plataforma elevatória dos dois lados da carroceria, uma vez que a operação se dará tanto pela porta direita como pela esquerda.

Corredor ABD – O Corredor Metropolitano ABD liga São Mateus, na zona Leste da Capital paulista, ao Jabaquara, na zona Sul. Atravessa quatro municípios do ABC (Mauá, Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema) e transporta, em média, 260 mil passageiros por dia em 12 linhas operadas pela concessionária Metra. São 33 quilômetros totalmente exclusivos para ônibus, nove terminais de integração, além da extensão compartilhada de 12 quilômetros que liga Diadema a São Paulo, no Morumbi.

Importante ligação da capital com o Grande ABC, o Corredor ABD é bem avaliado pela grande maioria dos usuários, segundo pesquisa de qualidade do transporte metropolitano realizada anualmente pela EMTU/SP. O índice de aprovação do serviço cresceu 5,1% em quatro anos, passando de 82,5%, em 2015, para 86,7%, no ano passado.