Início Notícias do PSDB Em entrevista à TV Câmara, o …

Em entrevista à TV Câmara, o …

Em entrevista à TV Câmara, o deputado federal Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP) defendeu o fortalecimento do Conselho de Ética. “Precisamos dar melhores condições de investigação ao colegiado”, enfatizou o tucano, que apresentou proposta nesse sentido à Câmara.

QUEBRA DE SIGILOS

Na opinião do parlamentar, o Conselho deve ter as mesmas prerrogativas que as comissões parlamentares de inquérito. “O colegiado precisa ter o poder de quebrar sigilos fiscais, telefônicos e bancários para reunir provas e indícios que permitam uma análise a fundo para saber se um deputado é culpado ou inocente da acusação de quebra de decoro parlamentar”, explicou o tucano. “Também precisamos garantir a possibilidade de o Conselho obrigar o comparecimento das testemunhas”, acrescentou ao afirmar que medidas como essa vão impedir manobras protelatórias em processos analisados pelo Conselho.

Thame também destacou a necessidade de o Congresso aprovar proposta de sua autoria que acaba com o voto secreto em plenário durante julgamento de processos de cassação. “Os deputados vão pensar duas vezes antes de votar pela absolvição de um deputado contra quem pesam provas irrefutáveis de culpabilidade”, afirmou o tucano.

O deputado paulista também sugeriu a criação do voto distrital para a eleição de deputado federal. Na opinião dele, o novo sistema vai melhorar a qualidade da representação política no país. “Poderíamos, por exemplo, dividir o Estado de São Paulo em dez distritos cada um escolhendo sete deputados. Com um distrito menor, a campanha do candidato teria custo inferior e os eleitores teriam mais chance de conhecê-lo melhor. Hoje em dia, um deputado precisa fazer campanha por todo o estado e ser conhecido por cerca de 25 milhões de eleitores em São Paulo”, esclareceu.

Fonte: Agência Tucana