Início Destaques PSDB-SP e Cidadania reúnem segmentos em encontro de organização e mobilização

PSDB-SP e Cidadania reúnem segmentos em encontro de organização e mobilização

O Diretório Estadual do PSDB-SP sediou neste sábado (11/06) o primeiro encontro de mobilização e organização dos segmentos para o ano de 2022. Sob a coordenação do presidente estadual do PSDB-SP, Marco Vinholi, os partidos reuniram cerca de 150 lideranças dos secretariados de Mulheres, Juventude, Diversidade, Educação, Negros, Sindical e inter-religioso.

Nas presenças do presidente Municipal do PSDB na capital, Fernando Alfredo, do presidente municipal do Cidadania, Carlos Fernandes, da ex-deputada estadual Célia Leão, e do prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, entre outras lideranças, o partido discutiu estratégias de mobilização e a participação dos segmentos.

Vinholi destacou a complexidade do momento político nacional e afirmou que a polarização e a radicalização não servem à São Paulo. “Temos a disputa de dois projetos de poder para tentar ter seu quinhão no nosso estado”, afirmou, referindo-se ao petistas e aos bolsonaristas. “Mas São Paulo é diferente, é um estado que cresce e representa um legado para todos nós. Um legado não apenas do atual governo, mas de quase três décadas de história do PSDB em São Paulo e o Rodrigo representa isso”, disse.

“Não somos uma repartição. Somos um estado pujante que orgulha a todos nós e ao Brasil”, disse Vinholi.

Wilson Pedroso, coordenador da pré-campanha de Rodrigo Garcia ao Governo de São Paulo, afirmou que o partido e seus aliados estão organizados para enfrentar as eleições de outubro. “Somos um conjunto de pessoas batalhando, trabalhando em um único rumo para eleger nosso governador Rodrigo Garcia”,  disse.

“São Paulo é o estado que dá certo, que caminha com as próprias pernas. E não é apenas porque somos a economia mais forte, muitos estados têm economia forte, é porque estamos organizados”, explicou. “São Paulo tem economia equilibrada para fazer investimentos. E isso porque, por um longo período, teve a sorte de ter gestão equilibrada”, disse Davi Zaia, do Cidadania.

Segmentos

Para a presidente do PSDB Mulher Estadual, os segmentos representam a sociedade. “As mulheres terão papel importantíssimo nas próximas eleições e têm se posicionado politicamente. Seremos importantes para para o resultado eleitoral”, destacou.

“O tempo é inexorável e tem três tempos. Já perdemos dois: o passado com a corrupção do PT e o presente com um governo racista, fascista, homofóbico e que trouxe de volta a fome para 33 milhões de brasileiros”, disse Ivan Lima, presidente do Tucanafro. “Não podemos perder o futuro e ele tem nome e tem cargo. Chama-se Rodrigo Garcia, governador do Estado de São Paulo”, completou.

Para Luiz Oliveira, presidente da Juventude, São Paulo será a vanguarda na defesa da democracia no Brasil e este é mais uma motivação para que o PSDB defenda São Paulo dos oportunismos.

A impressão de Oliveira foi compartilhada pelo presidente do Núcleo Sindical, Ghyba Pereira. “São Paulo será a trincheira que vamos construir para o que vem por aí”, afirmou.

“Somos a grande vitrine da esperança”, afirmou Ivan Batista, presidente da Diversidade tucana em São Paulo.