Início Destaques Tucanos reforçam apoio à pré-candidatura de Alckmin

Tucanos reforçam apoio à pré-candidatura de Alckmin

Brasília (DF) – Em reunião da Executiva Nacional que definiu os critérios para a divisão dos recursos do chamado Fundo Eleitoral para as eleições deste ano, os tucanos fizeram questão de ressaltar a unidade do partido em torno da pré-candidatura de Geraldo Alckmin à Presidente da República. Na reunião, na qual também se comemorou os 30 anos de fundação do partido, líderes do PSDB indicaram a candidatura tucana como a mais preparada para construir um Brasil mais justo e desenvolvido.

Para o coordenador político da campanha tucana e primeiro vice-presidente do PSDB, o ex-governador goiano Marconi Perillo, a unificação e protagonismo da legenda são pontos-chave para o pleito deste ano. “Hoje, estamos comemorando todo o passado de lutas do PSDB, toda a contribuição dada ao país, especialmente em relação à Constituinte, à redemocratização, às diretas já, etc. Tudo foi fruto do trabalho que o PSDB fez no Brasil e nos estados governados por nós. Estamos montando um programa participativo de governo, que seja o melhor para a refundação do país na área econômica”, afirmou.

Perillo destacou também a importância da decisão da Executiva Nacional de destinar 30% dos recursos do Fundo Eleitoral para campanhas femininas. “Não poderia haver uma data melhor para o empoderamento das mulheres no partido do que nesta comemoração de 30 anos da fundação do PSDB. O presidente Geraldo Alckmin e toda nossa executiva dão um passe definitivo no sentido de fortalecer a participação das mulheres, de cumprir a legislação eleitoral”, ressaltou.

União e desenvolvimento

O líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC), definiu a reunião como “fundamental” para a união da legenda, com o reconhecimento das mudanças e avanços necessários para a volta do desenvolvimento do país.

“Quando o PSDB voltar a governar o Brasil, vamos ter que fazer ações que estejam voltadas ao crescimento econômico, principalmente para dar empregos aos brasileiros, para ter estabilidade da moeda, perspectivas de crescimento sustentado. Vamos ter grandes avanços na redistribuição da renda. Também é preciso melhorar muito na área da Saúde, avançar na modernização da educação e, principalmente, trabalhar também para que a segurança pública seja efetiva”, afirmou.

O líder do partido na Câmara, Nilson Leitão (MT), relembrou o passado de programas sociais implantados pelo PSDB ao longo da história. O tucano acredita que o legado de trabalho e conquistas torna a legenda mais forte para a disputa eleitoral deste ano.

“Um partido que resgatou o Brasil no pior momento de inflação de 3000% ao ano. O maior programa de inclusão social da história contemporânea do Brasil foi o Plano Real, que deu oportunidade ao brasileiro de ter emprego, de ter um poder de compra, de voltar a sonhar com seu progresso. E outros programas importantíssimos de inclusão, mas também de desenvolvimento econômico. O PSDB marcou história nesses 30 anos, mas o que fizemos é apenas para ser contado. O importante é o que podemos fazer ainda para o Brasil daqui para a frente com o nosso candidato Geraldo Alckmin”, completou.

Caminho certo

Para o deputado federal Ricardo Tripoli (PSDB-SP), segundo vice-presidente do partido, a reunião foi “histórica” e de “extrema importância” para o futuro do PSDB. “Só um partido que soube construir passado pode apresentar projeto para o futuro, e o PSDB está extremamente preparado para enfrentar os grandes desafios que o Brasil tem hoje”, avaliou.

Segundo ele, o partido está no caminho certo para sair vitorioso das urnas em outubro. “Acho que a população brasileira vai fazer um comparativo e perceber que realmente nós estamos no caminho exato daquilo que a população brasileira quer, que é uma sintonia e que a gente possa apresentar um programa de governabilidade que dê mudança no país, como já fizemos na época de Fernando Henrique Cardoso, com o Plano Real. A ideia é exatamente essa”, finalizou.

O deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) destacou o grande momento vivido pelo PSDB atualmente. De acordo com o tucano, o partido possui a melhor proposta de governo para tirar o Brasil da recessão, recuperar os milhões de empregos perdidos e fazer a reforma tributária.

“Começamos com o pé direito. Um grande momento. O PSDB está unido. Geraldo Alckmin está muito preparado. Tem ternura, competência, carisma e acredito muito na sua candidatura. O PSDB vem forte também com seus deputados estaduais, federais, senadores, governadores e nosso grande presidente Alckmin para consertar o Brasil, colocar nos trilhos do desenvolvimento e rumo ao primeiro mundo”, reiterou.

No final da reunião, foi exibido um vídeo comemorativo dos 30 anos do PSDB.

Assista aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*