Início História Um Tucano no Planalto

Um Tucano no Planalto

Convenção do PSDB em 1994

Como resultado, as eleições presidenciais, legislativas e para governadores em 1994 garantiram maioridade eleitoral ao PSDB. Sob a liderança de Fernando Henrique Cardoso, que venceu a disputa para a presidência da República ainda no primeiro turno, os tucanos elegeram seis governadores – incluindo São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais -,11 senadores, 63 deputados federais e 97 deputados estaduais.

Inflação contida, a estabilidade e sobretudo o desenvolvimento exigiam reformas profundas e ajustes nem sempre simpáticos, mas mesmo assim anunciados durante a campanha. Implantá-los exigia capacidade técnica, coragem política e uma sólida maioria parlamentar – já que muitas das ações dependiam da aprovação de emendas parlamentares. Fiel à sua filosofia segundo a qual acordos e alianças são legítimos quando realizados em torno de propostas específicas e estabelecidos de forma transparente, Fernando Henrique Cardoso aliou-se a outros partidos, como o PFL. Durante as eleições e o governo.

Quando a estabilização econômica começava a mostrar seus frutos, mas as propostas de reforma ainda enfrentavam grandes resistências, o País voltou às urnas para as eleições municipais. E o resultado foi mais uma grande vitória. O partido obteve 8 milhões de votos, quase 20% do total e elegeu 918 prefeitos – um crescimento de 236%.