Início Artigos Vamos inovar?

Vamos inovar?

*Paulo Mathias

Sempre gostei de política, desde a minha infância, mas confesso que hoje, no Brasil, encontrar jovens com tal apreço não é uma tarefa fácil. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 9,93% do eleitorado brasileiro está, atualmente, com entre 21 e 24 anos (dados de julho de 2010), grupo etário este que teve o maior índice de abstenção nas eleições de 2010 e que, desde o seu nascimento, vive numa nação democrática. O desinteresse é o argumento mais utilizado pelo grupo. Como explicar esse fato? Há algo a se pensar, não?

O problema deste fenômeno se resume a duas palavras: partido político. A estrutura partidária está cada vez mais antiga, defasada e menos atrativa, sempre com regras e mais regras para discutir o que não há discussão. Os partidos precisam de inovação!

O que tem me chamado a atenção é o crescimento dos movimentos apartidários que chamam a sociedade civil para o debate e faz com que o cidadão se sinta parte integrante da mudança proposta. Agem em uma espécie de ”pressão” à lentidão das ações políticas e são considerados pelos cidadãos como uma via alternativa.  Um exemplo disso é o ”Eu Voto Distrital”, um movimento apartidário criado por jovens que tem como objetivo mudar o sistema eleitoral do Brasil. Mais de 20 mil pessoas já declararam apoio ao movimento que cresce a cada dia. Acesse o site: http://www.euvotodistrital.org.br/

Exemplos como esse que podem mudar o jeito de se fazer política e despertar os partidos políticos para a realidade em que se encontram!

Em um país onde sua população acredita que o enriquecimento é o fim e a atividade política é o meio, alguma mudança precisa ser feita, e rápido.

Paulo Mathias é o Presidente da Juventude Estadual do PSDB-SP.

1 COMENTÁRIO

  1. Eu voto distrital para minar a voracidade dos corruptos que aproveitam da insipiência dos eleitores que votam sem mesmo saber para quem está indo seu valioso voto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*