Início Artigos A vacina da Esperança e a determinação de Doria

A vacina da Esperança e a determinação de Doria

Por Marco Vinholi

O enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavírus em São Paulo requereu especial atenção do governador João Doria, que, pautado pela ciência e pela saúde, combateu o vírus ao mesmo tempo que lutou contra o populismo irresponsável que geraria mais mortes em nosso estado.

Sem se acovardar ou esmorecer, Doria implementou medidas para ampliar o atendimento médico ao mesmo tempo que estabelecia ações de distanciamento social, sem ceder às ações fáceis.

Característica dos governos do PSDB, fazer o certo ao invés do fácil tem sido a linha de conduta dos governantes tucanos desde a gestão de Mario Covas. É essa determinação que permitiu a reestruturação do estado nos anos 90 e culminará na tão esperada vacina contra a Covid, produzida pelo Instituto Butantan para todo o Brasil.

Chamada agora pelo Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de a vacina do Brasil, a Coronavac possibilitará a volta à normalidade, o tão sonhado “novo normal”, e a retomada da economia de fato.

Em tempos de exceção e de dificuldades, atributos como a  determinação fazem a diferença. Que o trabalho e a determinação do Governador João Doria no combate a Covid-19 e na implementação da vacina sirvam de lição.