Início Notícias do PSDB “Corrente da Vitória” chega a Rio Preto com Garcia e Vinholi

“Corrente da Vitória” chega a Rio Preto com Garcia e Vinholi

A “Corrente da Vitória” em favor da candidatura do governador João Doria nas prévias presidenciais do PSDB chegou neste domingo à região de São José do Rio Preto. Na presença do presidente estadual Marco Vinholi e do vice-governador Rodrigo Garcia, os 31 municípios da região se reuniram para mobilizar o partido regionalmente no processo das prévias.

“Não tenho nenhuma dúvida da importância que tem o governador João Doria e do salto que ele ajudaria o Brasil a dar caso fosse eleito”, defendeu Vinholi após explicar o funcionamento da corrente e defender a importância da participação de todos nas prévias partidárias.

O coordenador Regional de São José do Rio Preto, Luiz Henrique Fernandes Prado, o Coca, defendeu a candidatura do governador João Doria nas prévias partidárias. “O governador teve coragem de enfrentar as mais difíceis batalhas para que pudéssemos ter vacina no Brasil e é nossa grande referência no país. É com ele que nós vamos caminhar”, disse.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Carlão Pignatari, fez uma retrospectiva dos governos tucanos no Estado e da história do governador João Doria. Ele relembrou o fato de Doria ter se tornado candidato a governador a pedido do partido para evitar entregar o estado ao então governador Marcio França, do PSB, e todo o trabalho de reformas e gestão que permitiram, hoje, ter um caixa de R$ 21 bilhões para investimento em todo o estado.

“Por tudo isso precisamos ganhar as prévias, inclusive em São Paulo, para que o João possa ser nosso candidato a presidente lá na frente”, justificou.

Em sua fala, Rodrigo Garcia enalteceu a gestão do PSDB e o momento de crescimento do partido sob o comando do presidente Marco Vinholi. Garcia relembrou a decisão de sua filiação ao PSDB, abonada pelo prefeito Bruno Covas no seu último dia no hospital antes de ser sedado e falecer, dois dias depois. “Minha filiação foi para mim muito natural e no momento certo, num amadurecimento de 20 e tantos anos junto do PSDB”, disse.

Garcia elencou as divergências entre as promessas de Bolsonaro na campanha e suas ações efetivas no governo, culminando no descalabro da administração da pandemia. “Ele foi eleito dizendo que faria privatização e não vendeu nem a TV do governo”, exemplificou.

Para Garcia, a mobilização de lideranças e militantes em São Paulo será fundamental para a vitória de Doria nas prévias. “Se conseguirmos mobilizar nossos filiados para votar, faremos uma grande diferença nas prévias”, disse.

“Nós temos muito que mostrar e nada a esconder. Vamos aprender com os acertos e com os poucos erros, ter humildade, trabalhar e mostrar também uma proposta nova de São Paulo”, afirmou. “Vamos trabalhar para vencer as prévias e vencer depois as eleições”, disse, sob aplausos.