Início Saiu na imprensa Deputada pede ao STJ prisão preventiva de Agnelo Queiroz

Deputada pede ao STJ prisão preventiva de Agnelo Queiroz

A deputada distrital Celina Leão (PSD) pediu ao Superior Tribunal de Justiça a decretação de prisão preventiva do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), por suposta intervenção nas investigações criminais contra ele, por meio do uso da máquina administrativa e do levantamento de informações para chantagear testemunhas.

O pedido foi encaminhado ao ministro César Asfor Rocha, relator do processo que investiga desvio de verbas no Ministério do Esporte, no período em que Agnelo era ministro.

Leão afirma que as investigações criminais “foram e podem continuar a ser deturpadas, em face da possível organização criminosa agindo no seio do governo do DF em prol dos interesses individuais do governador”.

Ela sustenta que o governador estaria “apagando os vestígios da sua ação criminosa mediante levantamento clandestino de informações para chantagear testemunhas”.

A deputada também cita a suposta utilização da máquina administrativa, por meio de abuso de poder de demitir e contratar servidores comissionados, bem como a liberação de vultuosas quantias para empresas ligadas a aliados políticos. “São fatos criminosos que devem ser reprimidos.”

Leão lembra ainda que o portal eletrônico do governo do DF postou, no último dia 15, carta de apoio de 19 dos 24 deputados distritais.