Início Notícias do PSDB LOBBE NETO PARTICIPA DE SEMINÁRIO SOBRE ALFABETIZAÇÃO E EJA NA AMÉRICA LATINA

LOBBE NETO PARTICIPA DE SEMINÁRIO SOBRE ALFABETIZAÇÃO E EJA NA AMÉRICA LATINA

O vice-presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, deputado Lobbe Neto (PSDB-SP), participou esta semana em Brasília do Seminário Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos na América Latina: direito e desafio de todos.

O seminário foi um marco preparatório da VI Conferência Internacional de Educação de Adultos (CONFITEA), a ser realizada em Belém do Pará, de 19 a 22 de maio. O objetivo foi contribuir para a renovação das políticas orientadas para a aprendizagem e educação de jovens e adultos, envolvendo governos, organismos internacionais, especialistas e organizações da sociedade civil.

Para o deputado Lobbe Neto, a educação é um direito de todos e uma obrigação constitucional, por isso, é necessário investir na educação continuada de jovens e adultos. “Esta é uma dívida social. Os governos precisam investir cada vez mais e, além alfabetizar estes jovens e adultos que foram historicamente excluídos das escolas, permitir uma educação continuada para integrá-los cada vez mais no mercado de trabalho, assim como possibilitar sua participação na vida científica, artística, cultural, econômica e política do país”, afirmou o parlamentar.

Também participaram da abertura do evento a presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, Maria do Rosário, o presidente da Comissão de Educação do Senado Federal, senador Flávio Arns, o Secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, André Lázaro, o embaixador da Unesco no Brasil, Vincent Defourny, a coordenadora da Campanha Latino-Americana de Educação (CLADE), Camila Croso, o secretário de Estado da Educação do Amazonas, Gedeão Timóteo Amorim, e o diretor geral da Fundação Santillana, Andrés Cardó.

Os participantes mostraram os desafios a serem superados na luta contra o analfabetismo na América Latina. O principal deles é a necessidade de transformar o aprendizado de jovens e adultos num processo contínuo, que ultrapasse o período destinado ao aprendizado da leitura e da escrita e prossiga para todo o ensino fundamental.