Início Na imprensa Presidente do PSDB-SP sobre Lula: “Sem possibilidade de aproximação”

Presidente do PSDB-SP sobre Lula: “Sem possibilidade de aproximação”

Por Caio BarbieriPortal Metrópoles

Presidente do diretório estadual do PSDB em São Paulo, o secretário de Desenvolvimento Regional de governo João Doria, Marco Vinholi, afirmou na noite desta quinta-feira (27/5) que não há possibilidade alguma de a sigla caminhar junto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de 2022. A declaração repercute o encontro mantido entre o petista e o também ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um dos principais nomes tucanos do país.

“Politicamente, estamos muito distantes um do outro e não existe qualquer possibilidade de uma aproximação. Procuramos uma alternativa para o país distante desses dois extremos [Lula e Bolsonaro]. Na minha avaliação, confiamos muito que o PSDB estará no segundo turno das eleições, até possivelmente enfrentando o próprio PT”, afirmou Vinholi.

De acordo o chefe do ninho tucano paulista, o encontro entre FHC e Lula teve “cunho pessoal” e não reflete o posicionamento do PSDB. “Respeito o presidente FHC, mas discordo de qualquer tipo de aproximação com aquele que representa anos tão ruins para o nosso país”, disse.

Sobre as possibilidades de prévias internas do partido para a escolha de uma candidatura presidencial para o pleito do ano que vem, Vinholi elogiou nomes como o do governador Eduardo Leite (RS), do ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio (AM) e do senador Tasso Jereissati (CE), mas defendeu a aposta no governador João Doria (SP).

“Entendemos como muito positivo ter dentro do PSDB quadros como Eduardo, Tasso e Arthur Virgilio. Mas, hoje, o governador Joao Doria representa tudo o que precisamos para a retomada da história pós-pandemia: quem buscou pela vacina e que combate o negacionismo. Ele representa o modelo que tem de melhor no Brasil para esse momento após a pandemia”, disse.

Apesar do posicionamento, Marco Vinholi defendeu que prévias internas consigam construir “um modelo democrático” que possa representar a vontade da militância partidária.

Convite

O tucano foi o convidado da noite pelo club Política & Patuscada, um coletivo de lideranças políticas jovens que acontece semanalmente dentro do ClubHouse, nova rede social de áudio e que tem promovido inúmeras salas de debate sobre as eleições de 2022. Ciro Gomes, João Doria, ACM Neto e o prefeito do Rio, Eduardo Paes, também já passaram pela mesma sabatina.