Início Rádio Tucana Programa “Mulheres de Peito” amplia acesso a exames de mamografia

Programa “Mulheres de Peito” amplia acesso a exames de mamografia

[podcast]http://tucano.org.br/wp-content/uploads/2014/02/6qNAJw6GwvbQ.128.mp3[/podcast]

A saúde das mulheres é tema do programa de rádio “Conversa com o Governador” desta semana. Alckmin falou sobre a ampliação do programa da Secretaria da Saúde “Mulheres de Peito”, que agora oferece a todas as mulheres de 50 a 69 anos, no mês de seu aniversário, a mamografia totalmente gratuita, sem necessidade de pedido médico.

O programa amplia o acesso aos exames na rede pública e incentiva a detecção precoce do câncer de mama. No ano passado, somente na rede pública de São Paulo foram realizadas em média 105 mil mamografias por mês. A ampliação permitirá a realização de mais 12 mil exames por mês.

O govenador destacou que “o quanto antes a doença for descoberta, mais chances de tratamento e cura. Então, o programa vai salvar muitas vidas, pegando logo no início qualquer sinal do problema. O número de casos tem aumentado, mas o câncer hoje é uma doença curável, desde que diagnosticada logo de início e tratada de maneira adequada.”

A partir da próxima segunda-feira, 17, o exame de mamografia poderá ser agendado nos Ames, hospitais e serviços conveniados. O agendamento poderá ser feito de dois em dois anos, de acordo com o mês de nascimento da paciente. Neste primeiro ano, mulheres que nasceram em anos pares poderão fazer o exame, e no ano que vem, mulheres que nasceram em anos ímpares.

Para mais informações, é possível acessar o site da Secretaria de Saúde, que informará detalhes do procedimento. A secretaria fará o agendamento da mamografia em uma das unidades do programa. Alckmin ressaltou que “para as mulheres de qualquer idade, se houver necessidade, como sempre, o médico pede e a mulher faz o exame gratuito na rede pública de saúde. Não existe limitação. O que estamos fazendo agora é ampliar, facilitar, rastrear e levar o serviço até as localidades mais distantes”.

O programa ainda conta com quatro carretas móveis e um caminhão adaptado, que vão percorrer o Estado para oferecer o exame sem necessidade de pedido médico. Os veículos têm mamógrafo, ultrassom e todos os equipamentos para atender bem e com conforto. Duas cidades já receberam a carreta: a capital, no bairro de Santo Amaro, e Diadema.

Na carreta instalada na capital, somente em janeiro, 1.220 mulheres fizeram o exame de mamografia. Dessas, 83 também fizeram ultrassonografias, 24 fizeram biópsias e 19 foram diagnosticadas com câncer e encaminhadas para tratamento.

Do Portal do Governo do Estado