Início Notícias do PSDB Mulher: PSDB é o partido que mais elegeu prefeitas e vereadoras

Mulher: PSDB é o partido que mais elegeu prefeitas e vereadoras

O PSDB de São Paulo ampliou em 57,9% o número de mulheres eleitas neste ano se comparado ao pleito de 2016 e é o partido que mais elegeu representantes mulheres nas eleições municipais. No último domingo, 15/11, foram eleitas 197 vereadoras e 13 prefeitas em primeiro turno. Na eleição de 2016 foram 119 vereadoras e 14 prefeitas eleitas.

O partido pode ampliar ainda mais o número de prefeitas, superando a marca de 2014 caso Solange Freitas (São Vicente) e Raquel Chini (Praia Grande) saiam vencedoras na disputa em seus municípios no segundo turno. Ambas encerraram o primeiro turno na liderança da disputa em suas respectivas cidades.

O partido foi também o que mais elegeu mulheres entre todos os partidos em São Paulo. Levando em consideração as prefeitas eleitas, o PTB foi o segundo colocado, com 8 eleitas. No caso das vereadoras, o segundo partido com maior número de eleitas é o DEM, com 121 parlamentares.

Para a presidente do PSDB Mulher São Paulo, Edna Martins, o resultado é fruto da determinação das mulheres e do suporte e incentivo partidário à participação feminina na política. Foram cursos, lives e publicações para levar suporte às candidatas antes e durante o período eleitoral. “O PSDB Mulher vem ganhando força e espaço no partido. Claro que sabemos que é preciso avançar ainda mais e estamos preparadas para isso”, disse Edna.

Segundo o presidente estadual do PSDB-SP, Marco Vinholi, aumentar a participação de mulheres foi uma prioridade do governador João Doria desde a eleição da atual Executiva. “Trabalhamos para atrair mulheres capazes, preparadas e dispostas a lutar pelas bandeiras do PSDB, como priorizar a primeira infância, educação e saúde de qualidade, incentivo ao empreendedorismo, entre outras. O resultado é o melhor possível, mas não vamos parar por aí. Queremos ainda mais mulheres na política, com representação, mas, acima de tudo, com representatividade”, afirmou.