Início Destaques PSDB reúne jovens e mulheres e lança programa PSDB 5.0

PSDB reúne jovens e mulheres e lança programa PSDB 5.0

Buscar jovens e mulheres com vontade de transformar a política e o Brasil e inspirar mudanças. Esse é o objetivo do Programa PSDB 5.0, lançado neste sábado (30/11) pelo PSDB de São Paulo. O projeto foi apresentado pelo presidente estadual do partido, Marco Vinholi, durante o Seminário Portas Abertas para o Futuro, que reuniu cerca de 500 jovens e mulheres de todo o estado para debater seu papel na política e no PSDB (saiba mais AQUI).

“Além da modernização, levando o partido ao estágio 5.0, (com esse programa) o PSDB se coloca de portas abertas para o futuro,  para ser cada vez mais o partido dos jovens e das mulheres”, disse o presidente.

Serão selecionados 10 jovens e mulheres, que serão treinados e incentivados a disputar eleições, com garantia de legenda e financiamento.

“Não queremos só renovar o partido, mas a política de modo geral. Essa é a bandeira dada a partir do programa, de renovação não apenas de ideias, mas sobretudo de eficiência”, explicou Vinholi.

O PSDB irá ainda premiar com o Prêmio E-PSDB os diretórios que obtiverem maior número de filiações de jovens e mulheres até abril de 2020. O governador João Doria, presente no evento, afirmou que fará questão de estar presente e premiar pessoalmente os vencedores.

Doria explicou, durante seu discurso, a importância de o PSDB atrair jovens e mulheres e o objetivo desse processo. “As mulheres têm aquilo que nós, homens, não temos. Elas têm de sobra a sensibilidade e isso é essencial para cuidar do povo, dos mais simples, dos desvalidos (…) o sentimento feminino é expresso de maneira diferente, de forma que nós, homens, não sabemos expressar”, disse.

Segundo o governador, o objetivo é transformar o  PSDB em um partido mais humano. “E outra vantagem: mulher não deixa tarefa no meio do caminho, ela vai até o final”, justificou.

“Elas são melhores e, por isso, temos de ter mais mulheres no PSDB, no governo, e mais mulheres participando, em empresas, nas assembleias, no senado, na gestão”, afirmou.

Sobre os jovens, Doria ressaltou o impulso de mudança e a capacidade de transformação como características caras ao partido.

“A transformação, a capacidade de não se conformar, o jovem não é um conformado. Nós, ao longo da existência, vamos assimilando e temos uma capacidade menos impulsiva de transformar. O jovem não, eles querem a transformação, desejam a transformação, inspiram e transpiram a transformação”, disse. “Isso vai transformar o PSDB também em um partido melhor porque eles vão sempre nos provocar”, posicionou o governador.

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, falou sobre a tarefa de reposicionamento do partido por meio da escuta dos filiados no Congresso Nacional do PSDB, que ocorrerá em 7/12. Segundo ele, São Paulo é exemplo de mobilização e organicidade partidária. “O PSDB que dá certo está reunido neste ambiente de hoje”, disse