Início Saiu na imprensa Tomás Covas: “Segurei a mão dele até o fim”

Tomás Covas: “Segurei a mão dele até o fim”

Tomás Covas -A doença de meu pai foi uma surpresa para mim e para todos. Ele contraiu uma erisipela na perna e os exames revelaram que, na verdade, era um câncer que já se desenvolvia há mais de um ano e se espalhava pelo corpo. Um dia, chegou perto de mim com muita calma e serenidade e me contou. Meu pai tinha a certeza de que ia conseguir vencer a doença. Falava dela com leveza, otimismo, até fazia piada. Jamais se entregou, e sou testemunha disso. Leia na íntegra AQUI